Image

DLyte, empresa sediada em Barcelona, desenvolveu uma tecnologia patenteada DryLyte® com sistema de eletropolimento a seco que combina retificação e polimento automático de componentes metálicos de elevada precisão.
Nos métodos convencionais é usado um líquido como eletrólito, enquanto que na DryLyte® são usados iões transportáveis através de partículas sólidas que possibilita a remoção de rugosidade sem alterar as tolerâncias e formas complexas dos componentes, permitindo obter acabamentos com superfícies altamente suaves e brilhantes.
A ação de polimento baseia-se numa técnica exclusiva e inovadora de eletropolimento a seco que alcança todas as cavidades internas inacessíveis mecanicamente. A DLyte permite o polimento de peças a partir de qualquer processo de fabricação, seja ele fundição, sinterização ou fresagem.

Comparado com outros métodos o tempo de processamento pode ser reduzido até 75%, o que significa tempos de entrega mais competitivos.
O alto nível de exigência no acabamento é um fator determinante, pelo que o sistema Dlyte oferece soluções que permitem obter excelentes resultados e pode reduzir custos até 80%.

O sistema não requer programação e permite ser processado em metais como aço inox, cobalto, alumínio, níquel e titânio.
A nível de aplicações a abrangência é alargada à área médica, dental, automóvel, aeroespacial, e todas outras indústrias.

A tecnologia é representada em Portugal pela CODI que inclui a comercialização de uma gama de produtos de pequena a grande capacidade.

Aplicações

Dental

Saúde

Industrial

Tecnologia

Certificação de Biocompatibilidade

Image

Em conformidade com os regulamentos de segurança em biocompatibilidade nos sectores médicos e odontológicos, todos os processos e produtos são alvo de testes rigososos para certificação.
Os requisitos devem corresponder com normas de biocompatibilidade e a toxicidade dos materiais a serem utilizados

O produto pode ser considerado não citotóxico. O estudo foi realizado de acordo com as especificações da norma UNE-EN-ISO 10993-5: 2009.

[Download] Relatório de Biocompatibilidade

Resistência à corrosão

A resistência à corrosão é um fator que não depende apenas da seleção da liga mais adequada mas também dos tratamentos mecânicos e químicos da superfície. Além de remover a rugosidade, o sistema Dlyte garante resistência à corrosão de componentes metálicos.
O processo Dlyte foi submetido a estudos em comparação com outros processos tradicionais com banho de eletropolimento líquido
Os resultado obtidos por amostras, demonstraram que a o Dlyte alcançou os melhores resultados

[Download] Relatório - Resistência à corrosão
Image
Image

O sistema Dylte fornece uma gama de materiais em forma de pequenas partículas (Eletrolitos) com diferente tamanhos, destinado a trabalhar com todo o tipo de ligas metálicas.
O diâmetro das partículas pode variar: Eletrólito DLyte 02 é o menor, entre 0.1 - 0.2 mm de diâmetro e o 01 tem 0,8 mm de diâmetro